Renata Santos - Musas do Carnaval fazem treino funcional para enfrentar a Sapucaí


http://odia.ig.com.br/diversao/2015-01-17/musas-do-carnaval-fazem-treino-funcional-para-enfrentar-a-sapucai.html

Nessa época de pré-Carnaval, a procura aumenta em 70%', diz o professor Thiago Vidal

CARMEN LUCIA
Para chegarem inteiras à Praça da Apoteose, Renata Santos, musa da Mangueira, Carolina Picchi, destaque de chão da Grande Rio, e Nanda Guimarães, rainha de bateria da União Parque Curicica, aderiram ao treino funcional na areia. “Você trabalha o corpo todo de forma muito intensa”, explica Nanda. Estreando na Passarela d
o Samba, Carol Picchi garante: a preparação é o ano inteiro. “Não adianta surtar dias antes do Carnaval e passar o resto do ano comendo besteiras. Eu procuro me alimentar bem e faço alguns exercícios, como musculação e dança. O treino na areia, que é fundamental, eu faço à noite, quatro vezes na semana”, explica a moça, que tem 1,61m de altura e pesa 51 quilos.
Desfilando pela segunda vez, Nanda Guimarães sabe que para ter fôlego e, de quebra, modelar o corpão, a areia é o caminho certo. “A ideia é perder gordura e ganhar massa magra. Como muita batata-doce, aipim e grelhados. E treino três vezes por semana. Você trabalha todos os músculos o tempo inteiro”.
Lutando para não perder peso, Renata Santos diz que a corrida na areia é essencial. “Este treino é o ideal para quem desfila. Principalmente por trabalhar os membros inferiores. Esteticamente falando, o corpo fica lindo, mas ele também proporciona um samba sem sofrimento”, analisa. O professor Thiago Vidal acrescenta. “Nessa época de pré-Carnaval, a procura aumenta em 70%. Todo mundo quer ficar bonito, mas também deseja ganhar fôlego para acompanhar os blocos e se divertir.”
Renata Santos (E) da Mangueira, Carol Picchi, da Grande Rio, e Nanda Guimarães, da União Parque Curicica, mostram a boa forma conquistada com treino na areia
Foto:  Márcio Mercante / Agência O Dia

Rio - Uma hora e vinte minutos: este é o tempo que as musas do Carnaval levam para atravessar a Sapucaí. Mas, pegando inspiração na música de MC Bola, elas não andam, elas desfilam, e têm que mostrar samba no pé sem fazer esforço.

    Comentários